Energia forte no campo e investimentos


Cooperativas contempladas no Energia Forte no Campo investirão R$ 43,5 milhões de reais


O Programa Energia Forte no Campo, prevê a melhoria de redes e troncais de distribuição de energia elétrica, no meio rural, incluindo investimentos em obras de complementação de fases, substituição de postes de madeira por postes de concreto, reformas na rede elétrica, troca e instalação de transformadores e deste modo proporcionando, a adequação dos níveis de tensão e corrente de energia elétrica.

Em solenidade realizada no dia 28 de junho, no Palácio Piratini, com a presença do Governador Ranolfo Vieira Júnior, da Secretária de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marjorie Kauffmann, do Diretor do BRDE, Otomar Vivian, do Diretor da SEMA, Eberson Oliveira e Eduardo Zimmermann, de vários prefeitos e dos presidentes das cooperativas, foi oficializada a terceira fase do programa “Energia Forte no Campo”.

Os objetivos a serem atingidos é melhorar a energia elétrica, no meio rural, com isto proporcionar a ampliação da produtividade e da produção agrícola e bem como a melhor qualidade de vida dos produtores, que na sua grande maioria vive da agricultura familiar.

Nesta terceira fase, com os contratos assinados, pelas cooperativas: Certel de Teutônia, Certaja de Taquari, Coopernorte de Viamão, Certhil de Três de Maio, Coprel de Ibirubá e Cosel de Encruzilhada do Sul, estão sendo liberados R$ 8,7 milhões pelo Estado, recursos do Avançar na Sustentabilidade, que somados as demais participações; das cooperativas, prefeituras e associados, totalizam investimentos na ordem de R$ 43,5 milhões, a serem aplicados em 128 projetos, com a construção de 441Km de redes rurais.

Fecoergs – 28.06.2022



Nossa energia é pra frente!


27 visualizações